sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O samba é dela

Sempre fui cismado com o trabalho da cantora Maria Rita. Cisma essa, alimentada pelas suas negativas diante da (nítida) influência da mãe nos seus trejeitos e também por todo o "jabá" feito em torno do lançamento do seu primeiro disco.

E pra ser sincero, apesar das minhas críticas, nunca parei pra escutar nenhum dos seus cd´s.

Essa resistência, nos últimos tempos foi substituída por uma admiração pela sua enorme sensualidade, que aflorou ainda mais depois que deixou pra trás o estilo meio bicho-grilo / meio intelectual. Tá mais mulher, mais... (vocês entendem).

Até com um certo atraso, nos últimos dias tenho escutado seu último trabalho, entitulado Samba Meu, que a própria define assim: "Não tenho pretensões de ser sambista, apenas quero demonstrar toda a alegria que o samba me proporciona."

Achei o repertório bem bacana. Doze inéditas e duas regravações.

Aliou-se ao seu tradicional: guitarra, baixo e bateria. Um time musical de primeira, pinçado dos melhores batuques cariocas, comandados pelo produtor e "bamba" Leandro Sapucahy.

Interpretações precisas e charmosas, dentro da cadência bonita do samba.

Destaque para as irreverentes Casa de Noca (Serginho Meriti / Nei J.Carlos / Elson do Pagode) e Maria do Socorro (Edu Krieger), para a clássica Samba Meu (Rodrigo Bittencourt), para a romântica Pra declarar minha saudade (Jr.Dom / Arlindo Cruz) e para as regravações O homem falou (Gonzaguinha) e Mente ao meu coração (F.Malfitano) homenagem à Paulinho da Viola, que gravou a canção na década de 70.

Um disco genuíno, que demonstra uma artista mais solta, mais autêntica e mais confiante.

Com certeza, o samba é dela!

Pra entrar o fim de semana sambando, fiquem com a Global Tá Perdoado (Arlindo Cruz / Franco), hit nas rádios.


quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Deu a louca

No balanço das bolsas e que tais podemos dizer que muita gente pirou. Vejamos em quem deu a louca:

1- nos bancários que fazem uma greve em plena crise mundial cujo epicentro é o sistema financeiro;

2- na campanha da Marta, que escolheu perder do pior modo;

3- nas mulheres que segundo Kassab querem se casar com ele;

4- no governo Serra que em homenagem aos professores (salve!) passou a incluir o intervalo como hora de atividade pedagógica. Um engodo a mais na educação paulista. Se no Estado mais rico da Federação as coisas andam assim, imaginem o restante;

5- no governo Lula que não se entende sobre o tamanho da crise;

6- no cara que mantém a ex-namorada refém desde o meio da tarde de 2ª feira. Motivo: o fim do namoro;

7- em mim por escrever este post.

Em quem mais deu a louca?

Para ver, ouvir e votar

(1024x768)
Clique na imagem para baixar o seu exclusivo wallpaper CGC


No Clipe da Semana, a banda favorita "d'O Cara"...

A lei do canudo!

Desde o dia 24 de setembro último vigora no Paraná a chamada “lei do canudinho”. De n° 15.952, a lei obriga que restaurantes, bares, lanchonetes, quiosques, ambulantes e similares usem canudos e guardanapos de papel acondicionados individualmente e, em embalagens oxibiodegradáveis!

O projeto, do deputado estadual Reinhold Stephanes Junior (PMDB) e sancionado pelo governador Roberto Requião, tem como objetivo conservar a saúde dos consumidores. Segundo o legislador “muita gente acaba passando por problemas estomacais devido à falta de higiene desses materiais e não sabem onde foram contaminadas”.

Comerciantes e ambientalistas levantaram a voz contra o projeto, uns alegando aumento no custo (na base de 10 a 20%), outros alertando para o incremento no volume de lixo produzido pelas embalagens individuais. O deputado, na contramão, diz que “o consumo será menor, gerando um gasto menor, conseqüentemente”. O fato é que a lei está em vigor e a multa para o estabelecimento que não cumpri-la varia de R$ 2,4 mil a R$ 8 mil além da suspensão do alvará de funcionamento. A fiscalização fica a cargo da própria população e da Vigilância Sanitária. As informações são da CBN, Gazeta do Povo e portal Paraná Online.


Dois comentários:
1) Poxa, já acabaram com aquela maquininha que cuspia canundinhos no Mc Donald’s; agora é o fim das televisõezinhas!!!

2) Digo e repito, é pela “lei do canundinho” e a “lei do lacre da pizza” que meu orgulho natal aumenta a cada dia... Long live Sweden!!!

PêEsse: Antes que você digite ‘oxibiodegradáveis’ no Google, eu explico. Basicamente, material oxibiodegradável é aquele que se decompõe em pouco tempo em contato com o ar, o calor e a umidade, não poluindo o meio ambiente.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Da série "Julgamentos Precipitados"

video

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Para começar a semana

Antes que nos digam que o mundo acabou com a atual crise mundial, breves notas:

1- O sol voltou! Após uma semana de chuvas, trovoadas e declínio de temperaturas podemos ver um sol radiante abrindo a semana;

2- As bolsas de valores reagiram bem ao novo pacote de ajuda econômica da Europa aos seus bancos. Será por isso que o sol apareceu nos trópicos?

3- A campanha eleitoral parece estar aquecida também nas 3 principais capitais. O que será que a Marta quis perguntar ao Kassab sobre sua vida familiar? E a resposta da assessoria – não se casou por dedicar-se à política. A família em segundo plano. Parece discurso para justificar o celibato e uma vocação para uma missão especial. Tenha santa paciência. Horror aos ataques e horror aos reprimidos!

4- Para não perder o humor nesta segunda recupero uma frase de um banqueiro dos EUA na semana passada: "Esta crise é pior que um divórcio: perdi metade de minha fortuna e minha esposa ainda está aqui"